fbpx
  • +1 (407) 751-9121
 Estados Unidos diz que concessão de vistos pode chegar a 1 milhão este ano

Estados Unidos diz que concessão de vistos pode chegar a 1 milhão este ano

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil projeta ultrapassar a concessão de 1 milhão de vistos no país em 2023, mesmo patamar registrado entre 2012 e 2014. O aumento na procura pelos vistos tem gerado longas filas – o problema é maior para os pedidos de visto de turismo, que já passaram da marca de 550 dias para a emissão da primeira autorização. Em entrevista ao GLOBO, Michael Whipple, assessor especial para assuntos consulares da Embaixada dos EUA, diz que, para acelerar o processo, o serviço consular está ampliando a capacidade de atendimento e espera uma diminuição da fila até as férias de julho.

― Apesar de aumentar a capacidade, a demanda de vistos no Brasil continua bem alta, mais do que antes da pandemia. Estamos trabalhando muito para reduzir o tempo de espera e queremos ver uma diminuição antes das férias de julho ― disse.

Whipple diz que, atualmente, as cinco unidades consulares processam cerca de 6 mil pedidos diários de vistos. A demanda é maior do que a de 2022, quando foram emitidos cerca de 950 mil vistos, 15% a mais do que em 2019, antes da pandemia.

A preocupação maior é com os pedidos da categoria de turismo, especificamente a primeira concessão de visto, que exige a realização de uma entrevista. Para essa modalidade, o tempo de espera varia entre 377 dias em Porto Alegre e 554 dias em São Paulo.

― Entendemos que pode ser bem frustrante (o tempo de espera). Temos novos funcionários, tanto brasileiros quanto americanos, e acrescentamos dias e horas extras de trabalho, como o supersábado. O governo dos Estados Unidos também ampliou para 48 meses o prazo para renovar um visto vencido sem necessidade de entrevistas. Esses tempos de espera longos são desafios globais. As embaixadas ficaram fechadas por 18 meses, só concedendo vistos emergenciais durante a pandemia ― explica.

Atualmente, são mais de 300 funcionários nas cinco seções consulares.

Sem entrevista

A ampliação do prazo para renovar o visto sem necessidade de entrevistas – de 12 meses para 48 meses de tolerância – é uma medida que tem potencial de reduzir o tempo de espera. E funciona para qualquer tipo de visto. Se a pessoa tinha um visto de estudante e quiser fazer a renovação para o visto de turista, pode ser beneficiada “pulando” a etapa da entrevista, por exemplo.

A seção consular já constatou que cerca de 25% dos pedidos de agendamento foram feitos de forma errada. Ou seja: são pessoas que podem pular a etapa da entrevista, mas marcam opções erradas no questionário e são direcionadas para o agendamento mais longo. O tempo de espera para a renovação do visto de turista é bem menor: varia de um dia nos consulados do Rio de Janeiro e Recife a 28 dias no consulado de São Paulo.

― Como o tempo de espera é maior em São Paulo, porque processamos mais vistos do que em qualquer lugar, a sessão vai receber mais recursos para diminuir a fila ― explica Whipple.

À medida em que as seções consulares ampliam o atendimento, são abertas vagas adicionais. A inclusão desses novos horários é aleatória, sem data definida. Cabe aos interessados ficar atentos ao serviço de agendamento para tentar uma nova data.

Serviço

A maioria dos vistos americanos custa US$ 185. O de turismo é conhecido como B1/B2. A taxa de aprovação de vistos no Brasil é de 85%.

A Iplan Visa te auxilia no preenchimento do formulário DS-160 do Departamento de Estado dos EUA. Podendo o interessado pagar a taxa pelo cartão de crédito ou boleto bancário. Depois de processado o pagamento, é que o sistema de agendamento é liberado e a pessoa pode escolher a data da entrevista (para primeiros vistos) ou de entrega dos documentos (para renovações).

Os passaportes são devolvidos em até 15 dias úteis após a entrega dos documentos e podem ser retirados presencialmente nos consulados, mediante agendamento, ou são enviados por Sedex (a pessoa é responsável por pagar a postagem).

Estão dispensados de entrevistas as pessoas com vistos vencidos até 48 meses, menores de 13 anos e maiores de 80 anos.

A Embaixada sugere que famílias que viajam juntas façam um único pedido de agendamento, que pode contemplar até dez pessoas. Se uma pessoa do grupo tiver de fazer a entrevista para concessão do primeiro visto, todas terão.

As perguntas do oficial consular são feitas em português. É recomendável levar os documentos da aplicação no dia. A orientação do governo americano é de que as pessoas não comprem as passagens para a viagem antes de obterem o visto.

Quem é dispensado da entrevista só precisa entregar os documentos solicitados no consulado ou centro de atendimento. Isso inclui o passaporte com o visto vencido. Há possibilidade de não ir presencialmente a essa etapa, o que vai exigir que a pessoa envie uma foto impressa junto com a documentação. Caso o próprio solicitante vá ao local, ele tira foto na hora.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *